Endoscopia e Gastroenterologia

De forma mais aprofundada,a Endoscopia Digestiva consiste num método de investigação de doenças do esôfago, estômago e intestinos através de tubos flexíveis introduzidos pela cavidade oral ou anal.

A primeira chama-se endoscopia digestiva alta e a segunda colonoscopia. Estes instrumentos permitem visualizar a mucosa (revestimento interno) do tubo digestivo e realizar detalhada avaliação assim como coletar material ou mesmo realizar pequenas cirurgias.Inicialmente se examina o órgão como um todo, verificando se há alguma alteração em seu revestimento.

Na prevenção do câncer é método bem estabelecido, especialmente do câncer de estomago, esôfago e intestino grosso.

Pequenas lesões, assim como lesões superficiais podem ser removidas durante o procedimento endoscópico, evitando desta forma cirurgia convencional. A endoscopia, como um todo, evoluiu muito nas últimas décadas. Pode-se, também, examinar as vias biliares e pancreáticas.

A endoscopia digestiva alta, também chamada de gastroenteroscopia ou simplesmente endoscopia, permite ao médico examinar a mucosa da parte superior do seu trato gastrintestinal, que inclui esôfago, estômago e duodeno ( primeira porção do intestino delgado ).
 
O médico utiliza um tubo fino e flexível, chamado endoscópio, que possui lentes e luz próprias, permitindo a visibilização da mucosa através da outra extremidade do aparelho ou de um monitor de video.
 
Não é um exame doloroso, e pode ser realizado com o maior conforto possível através de uma sedação adequada.

O vídeo a seguir é bem elucidativo a respeito do procedimento.

 
Confira também os itens a seguir: