Cirurgia Geral e Videolaparoscopia

laparoscopia01A cirurgia geral é uma área muito complexa e especializada que envolve diversos procedimentos diferentes.

Os procedimentos realizados pelos especialistas em cirurgia geral incluem cirurgias no abdômen e todos os órgãos contidos nele, cabeça e pescoço, tecido macio e músculo-esqueletal, sistema endócrino, traumas em geral, oncologia e pacientes doentes em fase crítica.

Cirurgiões gerais recebem um tratamento especial com foco em tratamento intensivo, anatomia e recuperação de ferimento, o que faz a presença destes especialistas essencial em qualquer instituição médica. Cirurgiões gerais são também especializados em operar instrumentos especiais utilizados em procedimentos menos intrusivos, laparoscopia, por exemplo.

A cirurgia geral inclui tantos procedimentos e sub-especialidades que alguns especialistas acreditam que essa denominação se tornou errônea hoje em dia. É também importante dizer que ainda que a maioria das pessoas acreditem que este campo trate somente de operações como o nome sugere, a cirurgia geral também lida com tratamento médico e aconselhamento.

A videolaparoscopia por sua vez é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva realizada por auxílio de uma câmera (vídeo) no abdomen (laparo).

O intrumental cirúrgico e a endocâmera entram na cavidade através de trocaters, que são como tubos com válvulas para permitir a entrada de CO² e dos intrumentos sem a saída de gás, que são introduzidos através de pequenas incisões na pele (por exemplo 5 a 14 mm). 

Quando você marca uma consulta com um cirurgião geral, ele irá perguntar questões sobre seu problema e sintomas. Ele provavelmente irá solicitar diversos testes que podem incluir tomografia, raios-X ou análises de sangue.

O propósito desses testes é determinar a gravidade do problema, e em alguns casos encontrar outro especialista para o problema. Isso também serve para identificar fatores que podem ser problemas em potencial durante o procedimento cirúrgico.